Beleza Aliada à Saúde

Cada certificadora possui em sua legislação especificidades diferentes, em ambas IBD e Ecocert, encontramos uma lista de químicos proibidos para cosméticos naturais e orgânicos, tais como, corantes e fragrâncias sintéticas, derivados de propileno, amônia, silicone, conservantes sintéticos, dietanolamidas, derivados do petróleo, produtos geneticamente modificados, testados em animais ou provindos de sofrimento animal.

Os cosméticos orgânicos e naturais, são mais indicados, por não possuírem substâncias tóxicas em suas composições e, portanto, causam menos reações alérgicas e irritativas, as matérias-primas são biodegradáveis e pouco poluentes.

“Fragrâncias e corantes sintéticos podem desencadear alergias terríveis, difíceis de serem diagnosticadas e tratadas. Já os derivados do petróleo e parabenos, são comprovadamente cancerígenos”. (Soraia Zonta – Ceo e idealizadora da Bioart).

Os selos IBD e Ecocert são fatores de confiança para identificar cosméticos naturais e orgânicos, mas aconselhamos que quando tiver dúvida com produtos não certificados, leia o rótulo, a grande maioria dos consumidores infelizmente não tem o costume de lê-los e a falta deste hábito pode trazer grandes riscos para a saúde. (Na matéria: Vilões da Cosmética Convencional, listaremos alguns ingredientes nocivos que devem ser evitados).

Na hora de adquirir produtos de higiene e beleza, verifique os que realmente trarão benefícios para o seu organismo, não confie em tudo que a propaganda diz, leia sempre os rótulos, se informe e acredite a beleza e a saúde andam de mãos dadas.

Fonte: Rose Bezecry da Cativa Natureza e Helena Bruder da Ervaria Cosméticos Naturais,
Instituto IBD e Ecocert Certificadora.