Dicas para Manter a Saúde do Cérebro

SAÚDE & EQUILÍBRIO


O excesso de estresse, um dos maiores inimigos do cérebro, pode nos deixar esquecidos, desmotivados e mentalmente exaustos.

Casal em atividade ao ar livre

Vivemos sob alto nível de estresse: mudanças econômicas, tensões familiares, overdose de tecnologia, demandas de trabalho, enfim, tudo gera preocupações incessantes. Se não controlada a intensidade do estresse, ele pode impactar na habilidade de pensar com clareza e tomar boas decisões.

O estresse, que é útil em pequenas doses para preparar o corpo para a ação ou fuga – quando constante, manifesta no corpo doenças como diabetes e pressão alta. Estes eventos bloqueiam a formação de novas conexões neuronais no hipocampo, a parte do cérebro responsável por decodificar novas memórias. Quando novas conexões são bloqueadas, o hipocampo pode realmente diminuir de tamanho, o que dificulta a memória. Estresse crônico pode desencadear depressão e aumentar o risco de declínio cognitivo, trazendo sintomas de Alzheimer.

Algumas dicas para aumentar a resiliência emocional, assim como, melhorar o desempenho no dia a dia e proteger o cérebro dos efeitos nocivos do estresse.

Faça exercícios: é a forma mais eficaz para aliviar o estresse e ter qualidade de vida. Praticar atividade aeróbica regularmente promove boas noites de sono, reduz a depressão e aumenta a autoconfiança, através da produção de endorfinas, os hormônios do bem-estar. O exercício ajuda a construir novos neurônios para neutralizar os efeitos do estresse.

Relaxe: relaxamento através de meditação, tai chi, yoga, uma caminhada na praia, o que for preciso para aquietar a mente e se sentir mais calmo, pode diminuir a pressão arterial, o ritmo da respiração e a tensão muscular. Meditação é extremamente benéfico para a administração do estresse e para a construção do equilíbrio mental. O contato com a natureza também tem um efeito restaurador e melhora a função cognitiva. Então deixe um pouco a esteira de lado e vá para o parque do bairro.

Socialize-se: as interações sociais, são fundamentais para a saúde física e mental. Criar um ambiente saudável em casa, convidando amigos e familiares, ajuda a combater o estresse e a exercitar o cérebro.

Mantenha o controle: há uma relação direta entre o sentimento de capacidade e controle do estresse. Acreditar que você é capaz de controlar uma situação difícil te ajuda a reduzir o estresse crônico e te dá confiança para assumir o controle da saúde do seu cérebro.

Dê risadas: o riso reduz o estresse e ajuda no controle dos níveis de adrenalina e cortisol. Divertir-se com amigos é um hábito muito agradável.

Fonte: Letícia Maciel – Jornalista Dep. de Comunicação Supera Ginástica para o Cérebro.